Betrat, para que serve?

Betrat, para que serve? Tem algum perigo para saúde ou algum efeito colateral grave, que precise de cuidados? Neste post falaremos um pouco sobre o medicamento Betrat, indicado para o tratamento da dor nociceptiva e perda de mobilidade associada à osteoartrite. Ele é produzido pela Myralis Pharma, mesmos fabricantes do PuraVit Imune, Dprev, Nasoar, Lynax e outros medicamentos e suplementos.

Para que serve Betrat?

O Betrat é composto por 100 mg de nitrato de tiamina (vitamina B1), 100 mg de cloridrato de piridoxina (vitamina B6) e 5.000 mcg de cianocobalamina (vitamina B12). Mesma composição do Citoneurin drágea, fabricado pela P&G. Indicado para o tratamento da dor nociceptiva e perda de mobilidade associada à osteoartrite.

A dor nociceptiva é uma dor causada pela ativação de nociceptores em resposta a diferentes estímulos, ou seja, é ativada fisiologicamente por meio de um estímulo nocivo. Pode ser na pele, ligamentos, ossos, tendões, vasos, músculos e órgãos internos.

Para que serve Betrat?
Para que serve Betrat?

Por conter doses elevadas de vitaminas B1, B6 e B12, o Betrat exerce efeito analgésico em casos de neuralgias, e ainda favorece a regeneração das fibras nervosas lesadas.

Tem perigos para saúde?

O Betrat não costuma apresentar efeitos colaterais graves, os efeitos mais comuns são:

  • reações de hipersensibilidade
  • sonolência
  • transpiração
  • formigamento
  • dor de cabeça
  • enjoos
  • diarreia
  • dor abdominal
  • dor nas pernas
  • câimbras
  • taquicardia
  • tontura
  • dificuldade para respirar

Se a pessoa tiver hipersensibilidade à tiamina podem ocorrer ainda vermelhidão, coceira, náuseas, vômitos e reação anafilática. Além disso a cianocobalamina não deve ser usada em pacientes com atrofia óptica hereditária de Leber. E pessoas em tratamento com ácido fólico, também devem ter atenção quanto ao uso da vitamina B12.

O Betrat não é recomendado para pacientes com doença de Parkinson que estejam usando levodopa, nem para pacientes alérgicos à tiamina (vitamina B1) ou a outro componente da formulação.

Sempre utilize medicamento com acompanhamento médico, mesmo sendo vitaminas. O uso indiscriminado de vitaminas pode causar problemas graves à saúde.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.