O que é kratom, tem perigo para saúde?

O que é Kratom, tem perigo para saúde? O kratom ou Mitragyna speciosa é uma planta nativa do sudeste asiático e utilizada na medicina alternativa há centenas de anos. Mas sua fama vem aumentando devido às suas propriedades opióides e estimulantes. Será que essa planta pode ser perigosa para saúde, traz algum risco para a pessoa que a utiliza? Sua comercialização é permitida pela ANVISA no Brasil? A seguir falaremos um pouco sobre o kratom.

O que é kratom?

Kratom é a planta Mitragyna speciosa, uma árvore da família do café (Rubiaceae) nativa do sudeste asiático. Usada na medicina alternativa para dor, disfunção erétil, estabilizador de humor e aumento de energia/concentração. As folhas do Kratom quando ingeridas possuem efeitos opióides e estimulantes, pois contém mitraginina e 7-hidroximitraginina.

Esta planta vem sendo testada como substituto no tratamento de dependência de outros opióides. Mas mesmo assim é considerada uma droga perigosa, pois é uma substância viciante que pode resultar em abuso semelhante aos dos opióides e levar à morte. Principalmente por não haver forma padronizada de administração.

Por enquanto existem poucos estudos sobre o kratom. Um dos estudos realizados mostrou que sua administração a curto prazo, leva a um aumento substancial na tolerância à dor. Outra revisão mostrou que pessoas não conseguiram parar de usar e ocorreram sintomas de abstinência nos pacientes e em seus bebês recém-nascidos após a cessação do kratom. A revisão ainda especifica que a omissão e proibição da planta colocam pessoas em risco, que o ideal seria a regulamentação.

O que é kratom, tem perigo para saúde?

Mais uma revisão de 2017 especificou que são muito poucos estudos relacionados à esta planta, inclusive não se tem informação sobre sua interação com outros medicamentos. Ficando impossível compreender totalmente o potencial terapêutico e riscos do kratom. Apesar de poder ser utilizada para melhorar sintomas de abstinência de opióides, também causa abstinência (!).

No Brasil é considerado pela Anvisa como uma substância psicoativa controlada de origem vegetal, sendo classificada como nova substância psicotativa pela UNODC. Na Tailândia ela é parcialmente legal, sendo necessário receita médica para seu uso. No Reino Unido a venda, importação ou exportação da planta são proibidos. Na Europa é considerada uma droga controlada.

Como não se tem muitas informações sobre os malefícios desta erva e não existem evidências científicas de que kratom é seguro e eficaz para qualquer condição médica, o recomendado é evitar medicamentos à base da planta kratom.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.