Para que serve o zolpidem? Tem perigos para saúde?

Para que serve o zolpidem? Tem perigos para saúde? Algum efeito colateral que precise de atenção? Neste post falaremos um pouco sobre este medicamento hemitartarato de zolpidem, indicado para o tratamento da insônia crônica, ocasional ou transitória. Ele é vendido no Brasil com nomes comerciais como Stilnox, Zylinox, Ambien, Lioram, Patz SL e outros.

Para que serve o zolpidem?

Como especificamos no início do post, o hemitartarato de zolpidem é indicado para tratar pessoas que tenham insônia, não importa se é ocasional, transitória ou crônica. Ele não deve ser utilizado por mais de quatro semanas. De acordo com a bula, o tratamento deve ser o mais curto possível.

Este medicamento é um agente hipnótico pertencente ao grupo das imidazopiridinas, com ação rápida e meia-vida curta. Possui efeito sedativo devido à sua atividade agonista seletiva sobre um recepetor GABA A. Estes receptores modulam a transmissão sináptica em todo Sistema Nervoso Central, transmissão do impulso nervoso de um neurônio a outro ou de neurônio para célula muscular ou glandular.

Medicamento agonista é aquele que ativa ou estimula receptores específicos, desencadeando uma resposta que aumenta ou diminui a atividade da célula.

Para que serve o zolpidem? Tem perigos para saúde?
Para que serve o zolpidem? Tem perigos para saúde?

O Sistema Nervoso Central produz o nosso estado consciente mediante um contínuo fluxo de informações e armazenamento de memórias ao longo da vida, a partir de diferentes estímulos externos. Ao mesmo tempo, controla a concentração dos nossos fluidos internos e o trabalho de músculos e glândulas. A transmissão sináptica é o processo básico de toda esta atividade. Bilhões de neurônios se comunicam entre si via milhares de sinapses, e cada sinapse, por sua vez, é uma estrutura regulada independentemente.

Além do efeito hipnótico, o zolpidem também possui propriedades ansiolíticas, relaxantes musculares e anticonvulsivantes.

Tem perigos para saúde? Algum efeito colateral grave?

Existem algumas reações adversas que estão relacionadas com a dose administrada e normalmente ocorrem no início da terapia e com pacientes idosos. Essas são as mais comuns:

  • sonolência
  • dor de cabeça
  • tontura
  • insônia exacerbada
  • amnésia anterógrada, às vezes associada a comportamento inapropriado (nesse tipo de amnésia o paciente não consegue se lembrar de coisas que aconteceram recentemente)
  • alucinações
  • agitação
  • pesadelos
  • fadiga
  • diarreia
  • náusea
  • vômito
  • dor abdominal

Esses efeitos foram reportados entre 1 e 10% dos pacientes.

Para evitar o efeito da amnésia anterógrada é recomendado o uso do medicamento imediatamente antes de deitar. O sonambulismo e comportamentos associados à amnésia são mais observados quando o paciente utiliza o medicamento com bebida alcoólica ou acima da dose recomendada. Pacientes que relaterem estes problemas devem parar com o tratamento.

Além dos efeitos, é preciso ficar alerta quanto à interação medicamentosa que pode ocorrer. Essas são algumas das principais interações:

  • Com compostos que inibem o citocromo P450 – podem aumentar a atividade do zolpidem, aumentando o efeito sedativo.
  • Com depressores do Sistema Nervoso Central (SNC) – pode ocorrer aumento da depressão do SNC se o zolpidem for utilizado com antipsicóticos (neurolépticos), hipnóticos, ansiolíticos/sedativos, agentes antidepressivos, analgésicos narcóticos, drogas antiepiléticas, anestésicos e anti-histamínicos.

Não é recomendada a ingestão de bebida alcoólica e medicamentos contendo álcool junto com o zolpidem. O álcool intensifica o efeito sedativo do medicamento e pode ser perigoso. Além de aumentar o risco de “comportamentos” associados à amnésia.

Portanto, se estiver tomando hemitartarato de zolpidem tiver algum desses efeitos colaterais ou outro efeito “estranho”, entre em contato com seu médico. Ele poderá analisar e modificar dose ou trocar o medicamento.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.