Locais da casa que são mais sujos que o assento do vaso sanitário

Muitas pessoas não sabem, mas existem alguns locais da casa que são mais sujos que o assento do vaso sanitário. E para piorar, provavelmente você deve ter tocado em algum deles hoje. Neste post falaremos sobre estes locais da casa e trazemos dicas para limpá-los.

Quais locais da casa que são mais sujos que o assento do vaso?

Tábua de corte – as tábuas de corte contém centenas de germes e bactérias, inclusive bactérias fecais. De acordo com um médico da Universidade da Austrália, a tábua pode conter 200 vezes mais bactérias fecais do que o assento sanitário. Tudo culpa das carnes cruas que cortamos nelas. As carnes cruas são grande perigo de contaminação cruzada com outros alimentos.

Por isso é importante a desinfecção correta da tábua, as pessoas costumam limpar mais o assento sanitário do que elas. Para limpar lave com detergente e água, depois deixe de molho em solução de água sanitária com água. Normalmente uma colher de sopa para cada litro, deixe 10 minutos (veja o rótulo da embalagem).

Torneiras – as torneiras do banheiro podem conter 20 vezes mais bactérias do que o assento do vaso, e as da cozinha até 44 vezes mais!!! Isso acontece pois cortamos carnes cruas e colocamos a mão suja na torneira, sem lavá-las primeiro. Além disso os ralos são úmidos e ficam difíceis de serem limpos com os produtos de limpeza, bactérias do cano podem se espalhar para pia e mãos das pessoas.

Desinfete a pia da cozinha regularmente limpando com detergente e água quente. Não esqueça das torneiras na lavagem. Quem preferir pode utilizar a mistura de três colheres de sopa de água sanitária para cada litro de água (siga o rótulo da água sanitária). Passe a mistura nas superfíceis usando uma esponja e deixe uns 10 minutos ou mais.

Quais locais da casa que são mais sujos que o assento do vaso?
Quais locais da casa que são mais sujos que o assento do vaso?

Pano e esponja de cozinha – a esponja de cozinha infelizmente é o local mais sujo da casa, ela pode conter 45 bilhões de micróbios por centímetro quadrado. O pano de prato e a esponja são os locais da casa com maior quantidade de bactérias fecais como E.coli e outras. Por isso deve-se trocar o pano e a esponja regularmente, pelo menos a cada 15 dias.

Você pode desinfetar a esponja colocando no micro-ondas por 30 segundos. Lave o pano de prato na máquina de lavar.

Gavetas da geladeira – um estudo da NSF International descobriu que as gavetas de vegetais e carnes na geladeira eram os dois principais locais da cozinha com microrganismos causadores de doenças.

Desinfete tirando tudo de dentro, remova as gavetas, lave com água morna e sabão. Seque e volte para geladeira.

Porta escova de dentes – a maioria das pessoas sabem que as escovas de dente devem ser trocadas a cada três ou quatro meses. Mas quase ninguém lembra do porta escova de dentes. Um estudo da NSF International descobriu que ele pode ser o item mais sujo do banheiro. 27% dos porta escova de dentes continham sinais de coliformes, em comparação com 5% do assento sanitário.

Lave o porta escova de dentes vazio usando água quente e sabão. Esfregue com escova ou esponja limpa, depois enxágue bem e deixe secar.

Máquina de lavar roupa – se você costuma acumular roupa suja na máquina, inclusive roupas íntimas, você está criando um local perfeito para propagação de bactérias como a E.coli. Essas bactérias podem se transferir para roupas limpas sem você perceber. Se for a máquina com a porta frontal, pior ainda, pois há risco da água se acumular, deixando o ambiente úmido e perfeito para propagação de bactérias nocivas.

Uma vez por mês faça a desinfecção da máquina de lavar roupas. Para isso coloque um litro de água sanitária no ciclo normal ou pesado e com a opção para o máximo de água. Deixe até o final, isso deverá desinfetar a máquina por dentro. Se for com porta frontal, deixe a porta aberta quando terminar.

Carpete – as bactérias amam o carpete pois ele contém várias células mortas da pele. Acredita-se que mais de 200 mil bactérias vivem em cada centímetro quadrado do carpete, 700 vezes mais do que no assento sanitário.

Para desinfecção correta do carpete você precisará chamar empresa especializada, uma vez que o aspirador de pó não consegue atingir bem no fundo do carpete.

Tigela de comida do cachorro ou gato – a tigela do seu companheiro, infelizmente, é uma das superfícies mais sujas da casa. Se ele lamber o assento do vaso, vai pegar 10 vezes menos bactérias do que se lamber a borda interna da tigela suja.

Desinfete a tigela após cada refeição, para que seu companheiro não pegue doenças perigosas. Passe água quente e sabão. Quem quiser pode passar bicarbonato de sódio com água mora e sal (partes iguais), esfregue bem e enxágue.

Controle remoto da TV – o controle remoto é um dos locais com mais proliferação de germes. Se você pega com a mão suja, toda sujeita passa para ele e irá passar para quem tocar em seguida. Além disso ele pode conter restos de comida em suas frestas e botões.

Limpe regularmente com lenços antissépticos.

Teclado do computador – se você costuma usar o teclado do trabalho enquanto come, pode ter pego alguma doença assim. Pesquisadores descobriram que os teclados podem conter até 33 vezes mais germes do que um assento de vaso sanitário.

Lave as mãos sempre que for utilizar seu teclado. Faça a limpeza dos teclados usando lenços antissépticos ou outro pano que não encharque demais, para não queimar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.