Refrigerante aumenta o risco da criança se tornar obesa, mito?

É verdade que refrigerante aumenta o risco da criança se tornar obesa? O refrigerante pode condicionar às crianças a se tornar obesas quando adultas? Isso é um mito ou foi provado cientificamente? Se é mito, por que as pessoas falam isso? A seguir explicaremos um pouco sobre o consumo dos refrigerantes e outras bebidas adoçadas artificialmente na infância.

É mito que refrigerante aumenta o risco da criança se tornar obesa

Quase todos os estudos sobre bebidas adoçadas artificialmente e obesidade em crianças, não conseguiram encontrar qualquer correlação significativa, nem muito menos casual, entre o consumo destes tipos de bebidas e o aumento de peso nas crianças.

Essa afirmação foi feita no documentário Fed Up (2014) transmitido pela Netflix, eles afirmaram que um copo de refrigerante por dia pode aumentar em 60% o risco da criança ficar obesa. Mas a verdade é que os autores do estudo mencionado no documentário afirmaram que não podiam provar a casualidade. Além disso o documentário trouxe outras informações erradas como, por exemplo, de que no ano vigente mais pessoas iriam morrer dos efeitos causados pela obesidade do que pela fome. Mas não é verdade, três vezes mais pessoas morrem dos efeitos causados pela fome.

O consumo de refrigerantes e outras bebidas adoçadas artificialmente não são saudáveis, inclusive as versões diet também não, e seu consumo deve ser reduzido. Mas esse não é o único fator que leva ao aumento da obesidade infantil.

Refrigerante aumenta o risco da criança se tornar obesa, mito
O mito de que refrigerante aumenta o risco da criança se tornar obesa

São vários fatores que contribuem para obesidade infantil:

  • Genética
  • Metabolismo
  • Alimentação e atividade física
  • Segurança e design do bairro onde a pessoa mora
  • Duração curta do sono
  • Eventos negativos na infância

Portanto não é somente o refrigerante ou a bebida adoçada artificialmente que irá influenciar no risco da criança desenvolver obesidade. Todos os outros fatores precisam ser levados em consideração em conjunto.

Os órgãos de saúde recomendam a encorajar hábitos de vida saudáveis para a criança, com alimentação saudável e exercícios físicos. Essas medidas provavelmente serão mais importantes para saúde da criança do que cortar completamente o açúcar (ou refrigerante) de sua dieta. Tudo deve ser consumido com moderação, e com o refrigerante não é diferente. Dê preferência para o consumo destes tipos de bebidas em festas e ocasiões especiais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.