Por que desprezar o primeiro jato de urina em exame?

Por que desprezar o primeiro jato de urina em exame? Neste post explicamos qual o motivo de médicos e laboratórios pedirem para evitar o primeiro jato de xixi em alguns exames, quando vamos coletar urina pela manhã.

Por que desprezar o primeiro jato de urina em exame?

Na maioria dos exames de urina é preciso fazer a coleta na parte da manhã porque é o horário em que a urina está mais concentrada, ficando mais fácil detectar qualquer anormalidade. Além disso, é o horário em que a urina está relativamente livre de influências causadas pela dieta e de mudanças causadas por atividades físicas.

O primeiro jato de urina deve ser evitado pois ele carrega células e secreções que podem estar presentes na uretra, pele e até nas suas mãos, o que causa a contaminação da amostra e alteração nos resultados do exame.

O objetivo é obter uma amostra de urina do meio da sua bexiga, por isso é chamado de jato médio, para que a urina contenha apenas material que está na bexiga.

Por que desprezar o primeiro jato de urina em exame?
Por que desprezar o primeiro jato de urina em exame?

Normalmente a urina não contém germes (bactérias), se forem encontradas bactérias na amostra, quer dizer que a urina foi infectada.

Além de evitar o primeiro jato, deve-se ter cuidado para não encostar o frasco nos genitais pois isso também contamina a amostra. Não deixe a parte interna da tampa do coletor entrar em contato com a pia, com suas mãos ou com o vaso sanitário. Faça higiene na genitália com ducha ou banho antes de coletar e seque o local.

As amostras precisam ser entregues no laboratório dentro de 2 horas após a coleta, se mantida na temperatura ambiente. Se ela for refrigerada (entre  2º e 8º C) aguenta até 4 horas. Não demore demais para entregar, pois com o tempo a amostra vai ficando alcalina devido à formação de amônia. A visualização da urina e outros testes ficam imprecisos se o pH da amostra se tornar altamente alcalino.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.