Sintomas da AIDS, quais são e como se previnir?

Quais são os sintomas da AIDS? Como se prevenir dessa doença que vem contaminando mais e mais pessoas conforme os anos passam? Neste post falaremos um pouco sobre a AIDS, doença causada pelo vírus HIV (vírus da imunodeficiência humana), que ataca o sistema imunológico responsável por defender o organismo.

Quais os sintomas da AIDS?

Os sintomas mais comuns da AIDS são:

  • Diarréia que persiste por mais de uma semana
  • Tosse seca
  • Perda de memória, depressão e outros problemas neurológicos
  • Pneumonia
  • Fadiga profunda e inexplicável
  • Perda rápida de peso
  • Febre recorrente
  • Suores noturnos
  • Manchas vermelhas, marrons, rosa ou roxas na pele, dentro da boca, nariz ou pálpebras
  • Gânglios linfáticos inchados (nas axilas, virilha ou pescoço)
  • Manchas brancas ou manchas estranhas na língua, boca ou garganta
Quais são os sintomas da AIDS e como se prevenir
Quais são os sintomas da AIDS e como se prevenir?

A maioria das pessoas apresentam sintomas semelhante a uma gripe duas a seis semanas depois da infecção causada pelo HIV, esses sintomas duram de uma a duas semanas. Após os sintomas de “gripe”, o HIV pode não causar sintomas por muito anos, mas ele continua danificando o sistema imunológico da pessoa contaminada. Por isso muitas pessoas nem sabem que estão infectadas e acabam transmitindo para outras sem saber.

Como as pessoas com AIDS têm um sistema imunológico fraco, elas estão mais suscetíveis à infecções oportunistas, são infecções que normalmente não causam doenças em pessoas saudáveis. Essas infecções podem causar sintomas como coma, tosse ou respiração curta, dificuldade para engolir, febre, enjoo, câimbras, convulsão, dor de cabeça severa e outros.

Prevenção contra HIV

Atualmente existem diversas maneiras eficazes de se prevenir ou reduzir o risco de ser infectado pelo HIV, sendo que as principais são praticar sexo com preservativo e não compartilhar agulhas.

Outras maneiras de prevenção são:

  • Profilaxia pós-exposição ao HIV (PEP) – uso de medicamentos para reduzir o rico de adquirir a doença.
  • Profilaxia Pré-Exposição (PrEP) – comprimidos diários que impedem que o vírus causados da Aids infecte o organismo, antes da pessoa ter contato com o vírus.
  • Tratamento para HIV para reduzir a carga viral para indetectável – se a pessoa com HIV estiver fazendo tratamento e a carga viral estiver indectável por seis meses ou mais, ela não transmite o vírus através do sexo.

Apesar dos tratamentos atuais serem bastante otimistas em relação à doença, é importante que pessoas saudáveis tenham consciência que a prevenção é seu melhor amigo. No caso das pessoas que já vivem com HIV, o tratamento eficaz e a carga viral indectável, reduzem significativamente o risco de transmitir o HIV para outras pessoas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.