Ciclofosfamida para que serve?

Ciclofosfamida para que serve, porque este medicamento é recomendado? Tem algum malefício ou efeito colateral? Quais cuidados se deve ter ao fazer uso da ciclofosfamida? Neste post tiramos algumas dúvidas sobre este este medicamento usado na supressão da resposta imune.

Ciclofosfamida para que serve?

A ciclofosfamida faz parte dos medicamentos imunossupressores, eles eliminam a resposta imune do corpo e reduzem inflamação. Ela é usada no tratamento de neoplasias malignas (câncer ou tumor maligno) e pode ser usado no tratamento de diversas doenças reumatológicas.

No Brasil é vendido com os nomes de Citoxan, Neosar, Genuxal, Citofosfana ou Endoxan.

Tem efeitos colaterais perigosos?

Os efeitos colaterais mais comuns são perda de cabelo (mas ele volta a crescer após o uso), náusea e vômito, perda de apetite e peso, anorexia e diarréia. No caso dos efeitos mais comuns também está a cistite hemorrágica aguda grave, que pode ser fatal.

Outros efeitos podem ocorrer e deve-se falar sempre com o médico caso qualquer um deles apareça.

  • tremores;
  • bolha na boca ou pele;
  • tosse;
  • congestão sinusal e espirros;
  • tontura;
  • febre;
  • dor ao urinar;
  • erupção cutânea;
  • dificuldade para respirar;
  • dor de garganta;
  • inchaço nos pés ou tornozelos;
  • hematomas e sangramentos incomuns.
Ciclofosfamida para que serve?
Ciclofosfamida para que serve?

Como é feito o controle do uso?

O médico irá realizar testes laboratoriais regulares para checar a resposta à ciclofosfamida e monitorar a toxicidade do medicamento. São solicitados hemograma com contagem diferencial e de plaquetas, BUN, ácido úrico, eletrólitos séricos e creatinina sérica.

Possui interação com outro medicamento?

Sempre avise ao médico sobre qualquer medicamente que esteja tomando. Principalmente se você faz uso de fenobarbital, que pode aumentar velocidade de metabolismo e atividade leucopênica da ciclofosfamida. Ou se toma algum outro medicamente que enfraquece o sistema imunológico como remédios para psoríase, artrite reumatóide ou outros distúrbios autoimunes.

Outras interações:

  • Alopurinol causa aumento da incidência de depressão da medula óssea e pode intensificar os efeitos da ciclofosfamida.
  • Administrado junto com agentes antidiabéticos ocorrre potencialização do efeito hipoglicêmico.
  • Anticoagulantes podem intensificar a atividade do medicamento.
  • Em associação com imunossupressores ocorre um aumento do risco de infecção e do desenvolvimento de neoplasia.

O que se deve evitar ao tomar ciclofosfamida?

A ciclofosfamida pode passar para os fluidos corporais (urina, fezes e vômito), os cuidadores devem usar luvas de borracha ao limpar fluidos dos pacientes. Lave sempre as mãos antes e depois de remover as luvas. As roupas e lençóis devem ser lavados separadamente de outras roupas.

Evite ficar perto de pessoas que estejam com alguma infecção ou doente!

Não tome vacina “viva” ao usar o medicamento e até três meses após o término do uso, algumas vascinas “vivas” são as de sarampo, caxumba, rotavírus, febre tifóide, febre amarela, varicela, zoster e influenza. Evite contato com alguém que tomou a vacina, pois o vírus pode passar para você.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.