Benefícios da meditação para a saúde

Quais os benefícios da meditação para a saúde? Cada ano que passa mais e mais pessoas estão praticando meditação para tentar se desligar dessa vida corrida e conectada que estamos vivendo. Mas será que ela é benéfica mesmo ou é tudo imaginação?

Cientistas vêm estudando a técnica de meditação mindfulness (consciência plena ou atenção plena) em buscas de respostas. Essa técnica consiste em um conjunto de práticas que ajuda a pessoa a cultivar atenção, momento a momento, em si mesmo e no ambiente à sua volta. A seguir falaremos sobre algumas descobertas que foram feitas e o que ainda precisa de mais estudos.

Benefícios da meditação para a saúde

Meditação melhora o foco (atenção)

Na meditação a consciência plena chega naturalmente quando atingimos o estado de “fluxo”, no qual a mente está em completa harmonia com si mesma. Um estudo analisou os efeitos de oito semanas desta técnica de meditação e descobriu que pessoas que praticam meditação regularmente tiveram aumento na concentração e atenção. Até aqueles que meditaram em períodos curtos mostraram foco melhor do que os que não meditaram.

Outro estudo mostrou que a melhora na atenção pode durar mais do que cinco anos após a prática.

Apesar destas descobertas, ainda não se saber se a prática pode ser benéfica para pessoas com déficit de atenção.

Meditação melhora empatia, aumenta compaixão

A meditação da compaixão dispara conexões neurais para locais do cérebro que regulam as emoções positivas como empatia e bodade. Por isso acredita-se que esta meditação cria conexão social e torna as pessoas mais afetuosas e amigáveis.

Meditação é um estabilizador natural do estresse, aumentando a resiliência ao estresse

Estudos sugerem que a meditação ajuda a fazer mente e corpo se recuperarem do estresse e de situações estressantes. A meditação reduz a resposta inflamatória em pessoas expostas à estresse psicológico, principalmente nas pessoas que praticam regularmente a longo prazo.

Benefícios da meditação para a saúde
Benefícios da meditação para a saúde

As práticas de atenção plena diminuem a atividade em nossa amígdala e aumentam as conexões entre a amígdala e o córtex pré-frontal. Essas duas partes do cérebro nos ajudam a ser menos reativos ao estresse e a se recuperar melhor do estresse que sofremos.

Benefício da meditação na cognição

Estudos mostraram que meditação diária melhora a capacidade do cérebro para solucionar problemas e tomadas de decisão, que pode ter um impacto grande na vida profissional, melhorando percepção e autoestima.

Meditação promove saúde emocional e bem-estar

Um estudo mostrou em larga escala mostrou que a meditação regular diminui a probabilidade de desenvolver depressão e transtornos relacionados ao humor. Além disso, algumas práticas promovem o pensamento positivo, podendo melhor a saúde emocional do indivíduo. Por enquanto, pode ser usada como complemento no tratamento para doenças mentais como transtorno bipolar, mas não como substituto.

Acredita-se ainda que a meditação pode ajudar no controle da enxaqueca, pode reduzir a resposta agressiva à provocações, reduz irritabilidade, reduz sensação de dor, reduz severidade da síndrome do intestino irritável entre outros. Mas mais estudos são necessários nestas áreas.

Mas a meditação é boa para todas as pessoas?

Não, infelizmente a meditação pode não ser benfécica para algumas pessoas, principalmente para pessoas que não conseguem sentar-se em silêncio consigo mesmo. Inclusive para pessoas que já sofreram algum trauma, a prática de ficar sentado meditando, pode trazer lembranças desagradáveis à tona, se tornando uma experiência dolorosa ao invés de benéfica.

O importante é encontrar o tipo de meditação que você se adapte melhor. A técnica consciência plena envolve várias práticas diferentes, cada uma com um benefício específico.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.