Dexametasona para que serve

Dexametasona para que serve? A dexametasona é um corticoesteróide que previne a liberação de substâncias no corpo que causam inflamação. Conhecida também como Decadron, Dexaglos, Bexeton, Cortidex, Dexason, Maxidex, Maxitrol e outros nomes, ela é usada no tratamento de várias condições inflamatórias como distúrbios alérgicos e doenças da pele, por ser um corticóide de alta potência.

Neste post falaremos um pouco mais sobre a dexametasona, suas interações e efeitos colaterais que podem ser perigosos.

Para que serve dexametasona?

Além do uso no tratamento de rinite, asma, dermatite de contato e outras doenças alérgicas, ela é usada no tratamento de:

  • Doenças na pele como dermatite bolhosa, ertrodermia, micose, psoríase e outras;
  • Doenças reumatológicas como lúpus, artrite, bursite e outras;
  • Distúrbios endócrinos como insuficiência adrenal, tireoidite não supurativa;
  • Doenças gastrointestinas como colite ulcerativa e enterite regional;
  • Neoplasias;
  • Esclereose múltipla
  • Doenças respiratórias como saroidose, tuberculose pulmona e outras;
  • Doenças oftalmológicas como conjuntivite alérgica, ceralie, herpes zoster e outras.
Dexametasona para que serve?
Dexametasona para que serve

Devido sua alta potência, é 25 a 30 vezes mais forte que o cortisol natural, pode haver risco de infecções oportunistas causadas pela ação imunossupressora do medicamento, que deixa o sistema imunológico comprometido.

É um medicamento que não deve ser usado por quem tem alguma infecção por fungos no corpo pois podem piorar a situação.

A dexametasona interage com bebida alcoólica?

É preciso evitar beber qualquer bebida alcoólica enquanto estiver fazendo uso da dexametasona pois é um corticóide que pode aumentar a pressão arterial e ainda elevar os níveis de triglicerídeos e colesterol LDL. Além disso o álcool potencializa os efeitos adversos.

Outras interações com remédios

Além do álcool, outros remédios também podem potencializar os efeitos colaterais da dexametasona como a varfarina, diuréticos, digoxina, antiácido e antifúngico.

Outros medicamentos diminuem a eficácia da dexametasona como antiácidos, efedrina, fenobarbital, fenitoína e rifampicina.

E ainda temos medicamentos que aumentam o risco de efeitos colaterais da dexametasona como ritonavir, diltiazem, salicilatos e outros.

Ela possui interações graves com mais de 92 medicamentos, que podem ser encontrados nesta página em inglês, os que possuem interação grave aparecem com a bolinha vermelha. Por isso é muito importante informar ao médico se você estiver fazendo uso de qualquer medicamento.

Interações da dexametasona com doenças

A dexametasona também tem interações com algumas doenças, por isso nesses casos sua administração deve ser evitada:

  • Cirrose;
  • Diverticulite;
  • Anastomose intestinal recente;
  • Infecção ativa;
  • Úlcera gástrica;
  • Distúrbios psiquiátricos mal controlados;
  • Insuficiência cardíaca descompensada;
  • Osteoporose;
  • Diabetes;
  • Hipertensão mal controlada.

Grávida pode tomar dexametasona?

A dexametasona atravessa a placenta, portato deve-se ter cuidado com a administraçção em mulheres grávidas, pois não se tem muitos estudos sobre o que pode acontecer com o feto.

Efeitos colaterais mais comuns da dexametasona

Os efeitos colaterais mais comuns são:

  • Agressividade;
  • Agitação;
  • Ansiedade;
  • Batimentos cardíacos irregulares;
  • Braços ou pernas dormentes;
  • Depressão;
  • Dificuldade para pensar, falar ou andar;
  • Diminuição de urina;
  • Falta de ar;
  • Ganho de peso;
  • Inchaço nos dedos, mãos, pés e pernas;
  • Irritabilidade;
  • Mudança de humor;
  • Nervosismo;
  • Respiração irregular;
  • Respiração perturbada em repouso;
  • Som de batidas no ouvido;
  • Tontura;
  • Visão embaçada.

Além desses efeitos existem vários outros menos comuns.

Caso aprensete algum deles, fale imediatamente com seu médico, ele explicará o que deve ser feito.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.