Modificar alimentação para prevenir câncer de mama

É possível modificar alimentação para prevenir câncer de mama? Já falamos aqui no site sobre a mudança no estilo de vida como prevenção ao câncer de mama. Quando falamos sobre a alimentação não é diferente, ela também tem que fazer parte desta mudança. É uma dica para você tentar modificar como lida com a comida, não é só uma dieta para emagrecer, é uma alimentação para seguir durante a vida, evitando alimentos que possam ser prejudiciais.

Modificar alimentação para prevenir câncer de mama

A primeira coisa que você deve levar em conta é sua fome, comer quando estiver com fome, as porções que quiser, sem restrições e sem ficar contando calorias e carboidratos. Mas sempre dando preferência para os alimentos saudáveis e naturais (de origem vegetal).

Uma dica para conseguir seguir com este estilo de alimentação é não pensar sobre as coisas que não pode comer. Tente focar nos alimentos saudáveis que você irá consumir na próxima refeição.

Quando não ficamos pensando nos alimentos “proibidos”, alimentos que normalmente são restringidos nas dietas saudáveis, não nos sentimos mal nem culpa, assim não dá vontade nem de comer aquele alimento em questão. Por isso é importante não ficar pensando no que está se privando, mas sim na comida saudável que irá consumir em seguida. Evite comprar comida “porcaria” ultraprocessados, assim não correrá o risco de cair em tentação.

Modificar alimentação para prevenir câncer de mama
Modificar alimentação para prevenir câncer de mama

É importante que saiba que não existe alimento ou algum suplemento alimentar que irá agir como um passe de mágica na prevenção do câncer de mama, nem na prevenção de que o câncer retorne (no caso das sobreviventes). Mas o Instituto Nacional do Câncer e outros institutos e associações que ajudam pacientes com câncer, explicam que a alimentação é um potencial fator de proteção contra o desenvolvimento do câncer de mama.

Recomendações

As modificações principais que você precisa fazer na sua nutrição são:

  • Aumente a quantidade de frutas (2 a 4 porções por dia), vegetais (3 a 5 porções por dia) e grãos integras (6 porções por dia);
  • Diminua a quantidade de alimentos gordurosos;
    • limite alimentos ricos em gorduras saturadas;
    • reduza os alimentos com gordura trans;
    • aumente alimentos com gordura boa (peixes, lentilhas, legumes);
  • Diminua a quantidade de alimentos curados, em conserva e defumados.

Outro detalhe importante é que não existe nada comprovado sobre o alimento orgânico reduzir a chance de recorrência de câncer (por enquanto é um mito). Portanto você pode comer ou não orgânico, escolha o que preferir.

Além da alimentação é muito importante praticar alguma atividade física, pelo menos 30 minutos por dia, e tentar manter um peso adequado. Se for paciente ou sobrevivente não beba bebida alcoólica nem fume, quem não for paciente ou sobrevivente, tente beber no máximo três drinques por semana e não fume.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.