Erisipela como evitar e tratamento

Erisipela como evitar? Para quem não sabe, a erisipela é uma infecção na pele causada pela bactéria Streptococcus pyogenes que penetram através de lesões e fungus no pé. Será que tem alguma maneira de se prevenir contra ela? Tem algum risco para saúde? Falaremos mais sobre o tratamento e prevenção desta infecção.

Erisipela como evitar?

Não tem como garantir 100% que a pessoa não vai pegar erisipela, mas existem algumas coisas que você pode fazer para reduzir o risco de pegar esta infecção causada por bactérias.

Como a infecção é causada por lesões na pele e fungus no pé, evite cortes e tome cuidado com seus pés. Se ocorrer algum arranhão mantenha o local sempre limpo! Também use hidratante na pele para evitar o ressecamento e rachaduras, que também são porta de entrada. Se tiver eczema na pele, trate corretamente.

Enxugue bem os pés para evitar frieira e fungos nos pés, caso contrário, pode-se criar um local de entrada para a bactéria. Tenha atenção também com sapatos e tênis, evite usar o mesmo todos os dias para não criar umidade. Se o sapato ficar úmido por dentro tem mais riscos de desenvolver micose e outros problemas no pé.

Erisipela como evitar e tratamento
Erisipela como evitar e tratamento

Outro detalhe importante é seguir o tratamento correto indicado pelo médico para evitar que ela retorne.

Qual tratamento correto para erisipela?

A maioria dos casos de erisipela podem ser tratados em casa mesmo, mas é importante fazer o diagnóstico correto com médico.

Normalmente tratamentos caseiros são suficientes em conjunto com antibiótico (penicilina) receitado pelo médico. Mas em casos graves pode ser necessário fazer cirurgia.

Se a área infectada estiver inchada, mantenha o local em altura acima do resto do corpo. Por exemplo, no caso dos pés, mantenha os pés para o alto em cima de uma almofada, para fazer o sangue circular melhor dos membros inferiores para o coração. Normalmente desincha em duas semanas.

Tomando o antibiótico, repouso e mantendo o local elevado, a infecção deverá regredir em quatro dias. Mesmo depois de desaparecer a infecção, a pessoa tem que continuar tomando o antibiótico por um tempo, para ela não voltar, senão pode ser perigoso para saúde.

A cirurgia só é necessária em casos raros que evoluíram muito rápido, fazendo tecidos saudáveis morrerem. A cirurgia é para remover este tecido morto.

Tem risco para saúde?

Sim, se a erisipela não for tratada pode evoluir para erisipela bolhosa e começa a destruir gordura e músculos. Nestes casos pode ser necessário amputação dos membros e levar a quadro de sepse, que é infecção generalizada com risco de morte.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.