Como prevenir o câncer de pele

Como prevenir o câncer de pele? Mesmo sendo um câncer curável, quando diagnosticado nos estágios iniciais, todas as pessoas devem tomar precauções quando expostas à luz do sol.

Mesmo que você não esteja na praia, esteja apenas andando na rua, deve tomar alguns cuidados. Quanto maior a quantidade de sol na pele, maior o risco de câncer. O sol provoca envelhecimento precoce. Abaixo daremos algumas dicas para você se prevenir.

Como prevenir o câncer de pele

A péssima notícia é que a maioria do sol que pegamos ocorre antes de completarmos 18 anos, idade que nem todo mundo se preocupa com a exposição ao sol. E para piorar o câncer de pele pode levar até 20 anos para se desenvolver!

A primeira coisa a fazer, se você vai sair, se expor ao sol e ficar por mais de 20 minutos, é aplicar protetor solar. Sempre passe protetor, mesmo quando não ter contato direto com o sol. Quando os raios ultravioleta do sol atingem sua pele, eles são refletidos pelas superfícies, atingindo sua pele do mesmo jeito.

Tente não sair no sol em horários que eles está mais forte, entre 10 e 15 horas. Caso necessite sair, aplique o protetor solar e procure caminhar pelas sombras.

Como prevenir o câncer de pele
Como prevenir o câncer de pele?

O protetor solar que você deve usar tem que ser, pelo menos, fator 30 (FPS), com proteção UVA e UVB. Se possível a prova de água.

Não compre produtos desconhecidos, pois podem não surtir o efeito desejado. O protetor tem que ter ingredientes como avobenzona e dióxido de titânio.

Caso fique precise permanecer na rua por muito tempo, aplique o protetor solar a cada duas horas. Não esqueça do protetor labial, no mínimo FPS 15 ou superior!

Outras precauções e fatores de risco

Outras precauções que você pode tomar se for se expor ao sol:

  • Usar chapéu e roupas escuras para se proteger contra os raios do sol;
  • Usar óculos escuros com proteção UV.

Algumas pessoas têm maior risco de desenvolver câncer de pele, por isso é importante se consultar com dermatologista uma vez por ano.

Como informado no início do post, a exposição ao sol tem efeito cumulativo na pele, quanto mais sol a pessoa pegar durante a vida, maior o risco de câncer quando estiver na fase adulta ou na velhice.

Estes são os fatores de risco:

  • Histórico pessoal de câncer de pele ou lesões de pele pré-cancerosas;
  • Histórico familiar de melanoma ou outras condições que levam ao câncer de pele;
  • Pessoas com tendência para se queimar (vermelho) e não ficar bronzeado;
  • Se expor muito à luz solar ao longo da vida;
  • Sofrer muitas queimaduras na pele (vermelhidão) quando criança ou adolescente;
  • Feridas e queimaduras de fogo crônicas que não cicatrizam;
  • Exposição à radiações da radioterapia;
  • Exposição a produtos químicos;
  • Pessoas expostas ao vírus HPV;
  • Fumantes são mais propensos a desenvolver câncer de pele espinocelular, principalmente nos lábios;
  • Pessoas transplantadas, fazendo tratamento com medicamentos imunossupressores.

Conclusão

O mais importante no combate ao câncer de pele é a prevenção. Sempre use protetor solar quando sair na rua de dia. Evite exposição demasiada ao sol, se estiver em grupos de risco consulte dermatologista uma vez por ano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.