Sífilis o que é e como tratar

Sífilis o que é e como tratar? Para quem não sabe, a sífilis é uma infecção sexualmente transmissível IST, causada pela bactéria Treponema pallidum, que infelizmente voltou a fazer parte do nosso cotidiano, os casos vêm crescendo com os anos no Brasil e no mundo. Neste post falaremos sobre os sintomas da sífilis, qual tratamento correto, como é transmitida, as consequências, se tem perigo de morte e outras dúvidas.

Sífilis o que é e como tratar

A sífilis tem cura sim. Utilizando o antibiótico correto ela pode ser curada, mas infelizmente os danos causado pela infecção não são desfeitos. Por isso é muito importante ficar de olho nos sintomas para diagnosticar o problema o quanto antes!

O diagnóstico é feito pela detecção da bactéria por exame de sangue ou por recolhimento de material da lesão. Quando está em estágio mais avançado também é realizado exame do líquido cefalorraquidiano, para descobrir se houve comprometimento do sistema nervoso.

Sífilis o que é e como tratar?
Sífilis o que é e como tratar?

Como falado anteriormente, o tratamento é feito com antibiótico, mais especificamente a penicilina benzatina. Não existem remédios caseiros nem remédios vendidos sem receita que possam curar esta infecção!

Se diagnosticada nos estágios iniciais ela pode ser curada facilmente, normalmente uma injeção intramuscular é suficiente para curar se estiver no estágio primário ou secundário. Em estágio avançado são necessárias três injeções para matar a bactéria.

Sintomas e consequências da sífilis

No estágio primário, fase 1 da sífilis, aparecem pequenas feridas chamadas de cancro duro normalmente no local onde a bactéria entrou e nos órgãos genitais. Levam três semanas para elas aparecerem, a maioria das pessoas nem notam a ferida pois não causa dor. O cancro duro desaparece em três a seis semanas.

Já no estágio secundário, fase 2, quando o cancro desapareceu, aparecem manchas vermelhas na pele (que podem coçar ou não). Esta mancha se espalha pelo corpo todo, até nas palmas da mão e solas dos pés e podem aparecer verrugas na boca e genital. Outros problemas comuns são perda de cabelo, dor muscular, febre, dor de garganta e inchaço dos gânglios linfáticos. Os sintomas podem desaparecer em semanas ou ficarem sumindo e voltando.

E o estágio terciário, fase 3, ocorre quando a pessoa não trata a infecção, ela fica oculta dentro do corpo causando complicações gravíssimas no sistema nervoso central. Podendo danificar cérebro, olhos, nervos, coração, vasos sanguíneos, fígado, ossos e articulações. Algumas complicações são AVC, meningite, perda de audição e visão, demência, impotência e outros problemas graves.

E a sífilis no bebê?

Esta é chamada sífilis congênita, quando é transmitida da mãe para o bebê na gravidez. É muito perigosa pois pode causar má-formação do feto, aborto, surdez e até morte do feto.

Ela é transmitida pelo beijo? Como ocorre a transmissão?

Não, a sífilis não é transmitida pelo beijo. Ela é transmitida por relação sexual sem uso de proteção, pois a bactéria entra no corpo através de pequenas lesões na pele e mucosas. Outras maneiras de transmissão são transfusão sanguínea e da mãe para o bebê.

A sífilis não é transmitida pelo beijo, nem pela toalha, nem pela banheira, roupas ou comer nos mesmos talheres, nem pela maçaneta da porta, piscina etc.

Como se prevenir?

Use preservativos nas relações sexuais, é a única maneira de se prevenir contra a doença. Faça sempre exames de sangue se tiver muitos parceiros sexuais.

Mulheres precisam fazer exame caso estejam pensando em engravidar, para não trazer riscos ao feto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.